Postagens

Mostrando postagens de Maio 22, 2011

Minha mãe, minha mãe querida, tu és a doce certeza do puro amor, és a essêcia do perfume da flor, a obra Divina de Deus!

Imagem
Minha mãe era assim como descrevo.

Conheci uma mulher bela e cheia de virtudes, Tinha o rosto cansado e marcado pelas  rugas, Ganhou isso  pelas lutas travadas ao passar pela vida, Como guerreira lutou pelo que acreditou e amou.
Nunca freqüentou um banco  escolar, Mas nem por isso lhe faltou sabedoria e educação, Sabia respeitar, conversar e aconselhar como nunca, Eu tive uma mãe, uma amiga,  uma confidente.
Gostava de pregar a paz entre os irmãos, Não permitia em sua presença qualquer discussão, Era respeitada e honrada por todos que a conhecia, Dona Rita era o seu nome, querida porque merecia.
Hoje sinto que perdi a minha instrutora e amorosa mãe, Mas levo sua essência  comigo dentro do meu coração, Tudo que aprendi, todo amor que recebi e tudo mais que ganhei, Foi ela que me ensinou a ser como sou e a pregar o amor.
No final de sua vida para minha alegria com ela eu fui ficar, No final das tardes um terço ela queria sempre rezar (orar) E  no final do terço eu clamava ao meu Senhor , Um lugarzinho no c…

Ao escrever seu livro da vida, procure caminhos mais virtuosos, para ter a certeza que no último capítulo terás garantido o Dedo de Deus!

Imagem
Rumo a felicidade!

Estou aqui para te mostrar,
E compartilhar com você a minha vida,
Novos caminhos, novos sonhos,
Buscar novos lugares, nova direção.

Colocar em sua vida o que puder,
Para leva -lá a caminhar com firmeza,
Rumo a felicidade até encontra -lá,
Juntos lado a lado com você até o fim.

Estou pronto para lutar e vencer obstáculos,
Enfrentando junto contigo os problemas que vierem,
Mas como meta certa viver feliz e em paz,
Ao teu lado até a eternidade chegar.

Isso pode demorar a acontecer,
Porque temos que escrever o último capítulo,
Da nossa história vida juntos e felizes,
E assim terminar o nosso livro que um dia começou..

Onde o primeiro capítulo está em segredo,
O segundo a vida nos distanciou,
O terceiro cada um escreveu o seu,
Mas o quarto e final será um só,
Juntos o meu e o seu, mas com o Dedo de Deus.

João Martins